Roupa para Hip-hop

Hip-hop… “don’t stop”! Certo? Nós também não.
Graças a quem nos procura e confia na nossa confecção. As roupas de Hip-hop são um dos “clássicos” na nossa mesa de trabalho. E conseguimos resultados que vão do mais ao menos irreverente. Prefere o meio-termo? Também temos. Ou fazemos.

Camisola de soldado

Camisola soldado
Ref. – Sp67

Casaco listado hip-hop

Casaco listado hip-hop
Ref. – Sp68

Casaco listado hip-hop (costas)

Casaco listado hip-hop (costas)
Ref. – Sp68

Top metálico

Top metálico
Ref. – Sp69

Top metálico V II

Top metálico
Ref. – Sp69

Top de alça fina metálico

Top de alça fina metálico
Ref. – Sp70

camisola listada, dança, hip-hop

Camisola com riscas
Ref. – Sp71

Conjunto calção e camisola para rapaz

Camisola metálica e calção com lista
Ref. – Sp72

Macacão Hip-Hop

Macacão com fecho de perna comprida e manga curta
Ref. – Sp78

Camisola sem mangas e com punhos

Camisola em metálico + punhos
Ref. – Sp74

Roupas de dança Hip-hop

Provavelmente, já deve estar familiarizado com termos como breaking, locking, popping e krumping, se está a ler esta secção… Depois de evoluir
de um patamar de subcultura (nas comunidades jamaicanas, latinas e afro- americanas de Nova Iorque, nos anos 70 do século XX), o Hip-hop exibe hoje em dia uma dimensão multicultural – e multidimensional – à escala planetária.
A dança é apenas um dos seus seis pilares estéticos (Disc-Jockey, Rhythm And Poetry, Beat Box, Master of Ceremonies, Break Dance e Grafitti) e explana-se por uma grande variedade de estilos, precisamente breaking, locking, popping e krumping. Com muita provocação e improvisação à mistura.
Hoje em dia, a modalidade faz parte da oferta curricular de muitas escolas e academias de dança. E o freestyle costuma pular em vários projetos e espetáculos de Natal ou de final de ano. E é aí que a Suzana Pinho Dancewear costuma entrar – na confecção e recriação de roupas de dança Hip-hop.
Para uns, o estilo é apenas mais uma forma de entretenimento; para outros, é algo mais do que isso. É um contexto social, um estilo de vida mesmo, e, igualmente, uma via adicional de ganhar a vida, naquilo que mais gostam. A dançar. No nosso estirador, o Hip-hop costuma assumir contornos diversificados.
Uns chegam a ficar mais próximos da essência da moda que perpetua o seu rastro, outros, porém, adquirem um traço mais livre, às vezes inusitado até. Afinal, trata-se de um estilo que providencia uma considerável abertura, em termos de cores, tecidos e desenho. Todos temos direito a criar o nosso freestyle! Ou não?